Médicos sem Fronteiras!

Médicos sem Fronteiras!
Médicos sem Fronteiras! Doe 30 reais por mês...

Canal do Gaaia no youtube!

Loading...

terça-feira, 4 de maio de 2010

Princípios da Preservação e da Educação Ambiental





Princípios da Preservação e da Educação Ambiental 

Enquanto muitos são espécies ameaçadas ou seriamente ameaçadas exigindo assim a proteção humana para a sobrevivência. Percebendo os efeitos nocivos do nosso desenvolvimento humano no ambiente da nossa fauna brasileira, mas nós já criamos quadros legais e institucionais para proteger tanto espécies de fauna quanto da  flora. 

A extinção propriamente dita, é gravemente cometida através da promulgação de leis municipais sobre o meio ambiente, onde a dita municipalização dos licenciamentos levam a extinção silenciosa de animais selvagens, agravam a poluição,  prejudicam os parques nacionais e as agências de avaliação de impacto ambiental  consedem e assinam . Ao nível dos tratados internacionais e convenções pertinentes sobre a conservação ambiental, a proteção de espécies ameaçadas de extinção foram adoptadas e implantadas mas só no papel. Já a Educação Ambiental  na escola começaria a consientizar desde sedo sobre de sistemas hidrológicos, de proteger o solo, descutindo a instabilidade climática, os recursos renovável e a diversidade biológica,  como manter o equilíbrio natural do meio ambiente, promovendo o turismo de observação de animais, criação de oportunidades de emprego, tecnologia e educação.

                                        
                         

                                         


 


 


  Educação Ambiental 

Linhas de estudo:
- Considerar o ambiente em sua totalidade, ou seja, em seus aspectos
naturais e artificiais, tecnológicos e sociais (econômico, político, técnico,
histórico-cultural e estético);
- Construir-se num processo contínuo e permanente, iniciando na
educação infantil e continuando em todas as fases do ensino formal e não formal;
- Empregar o enfoque interdisciplinar, aproveitando o conteúdo
específico de cada disciplina, para que se adquira uma perspectiva global e
equilibrada;
- Examinar as principais questões ambientais em escala pessoal, local,
regional, nacional, internacional, de modo que os educandos tomem
conhecimento das condições ambientais de outras regiões geográficas;
- Concentrar-se nas situações ambientais atuais e futuras, tendo em conta
também a perspectiva histórica;
- Insistir no valor e na necessidade de cooperação local, nacional e
internacional, para prevenir e resolver os problemas ambientais;

- Considerar, de maneira clara, os aspectos ambientais nos planos de
desenvolvimento e crescimento;
- Fazer com que os alunos participem na organização de suas experiências
de aprendizagem, proporcionando-lhes oportunidade de tomar decisões e de
acatar suas consequências;
- Estabelecer uma relação com os alunos de todas as idades, entre a
sensibilização pelo ambiente, a aquisição de conhecimentos, a capacidade de
resolver problemas e o esclarecimento dos valores, insistindo especialmente
em sensibilizar os mais jovens sobre os problemas ambientais existentes em sua
própria comunidade;
- Contribuir para que os alunos descubram os efeitos e as causas reais
dos problemas ambientais;
- Salientar a complexidade dos problemas ambientais e,
consequentemente a necessidade de desenvolver o sentido crítico e as aptidões
necessárias para resolvê-los;
- Utilizar diferentes ambientes educativos e uma ampla gama de métodos
para comunicar e adquirir conhecimentos sobre o meio ambiente, privilegiando
as atividades práticas e as experiências pessoais.

Quanto a nós seres humanos!

Quanto a nós seres humanos!

 A preservação depende muito da ajuda dos agricultores, que possuem nas suas propriedades; encostas, que de nenhum modo daria para transformá-las em lavouras, sendo assim um excelente local parra deixar intocável,de modo que a fauna se fortaleça;fortalecendo assim a biodiversidade do local. Futuramente cada agricultor será remunerado por preservar algumas áreas de mata.




Dai o Gaaia tenta implantar idéias novas, que junto a essas matas ou ao redor seja implantado pomares, pomares esses que serão utilizados à venda e consumo dos agricultores,mas também sendo algumas frutas uma excelente fonte de alimentação para a fauna e inclusive os frutos que caem são os que mais são aproveitados pelos animais;desta forma será a única maneira de mantermos a fauna em pequenas áreas de mata.


Com o desequilíbrio do clima até as frutíferas nativas não produzem a quantidade normal de frutos e também produzem em períodos diferentes dos normais.Também! o clima está tão irregular que não coincidindo muitas vezes o clima certo com a nidificação das aves, gestação dos mamíferos; por isso a preocupação; sabe-se que é assim que começa e extinção das espécies,vão desaparecendo em pequenas áreas,depois em outras,até chegarem à extinção definitiva.


Penso que nenhum agricultor irá pôr a culpa nos animais, por terem que preservar certa quantidade de mata nativa, encostas,mata ciliar em suas propriedades. Mas as expectativas são boas, o que vejo em algumas propriedades é que de forma alguma os proprietários deixam caçar ou pegar qualquer tipo de animais silvestres; salvo algumas exceções, que basta ter um controle mais rígido das munições usadas para a caça,certamente que a Polícia Federal com o trabalho que faz, logo estourará pontos de vendas de munições clandestinas,provavelmente vindas do Paraguai ou Uruguai;e o Ibama também apertando o cerco nas criações e trafico de animais.


No Brasil o que resta da mata atlântica ocupa 1% do território, mas abriga o maior índice de diversidade vegetal do Planeta, estas matas tem uma longa história biológica, mas uma das suas maiores características sem dúvida é a relação com a água, onde cachoeiras, nascentes,lençóis freáticos,tudo isso está no meio da mata, não encontramos está abundância de água a onde não existe mata,então a relação entre a água e a floresta é uma relação muito íntima, uma não existe sem a outra.As Matas Atlânticas(de baixadas,de encostas,etc.). Foram penetradas, trabalhadas e eliminadas em grandes áreas pelos processos econômicos e sociais,disso resultou um espaço reduzido há menos de 80 mil km² cerca de7% do que foi anteriormente, sendo destruídos aproximadamente 5 milhões de Maracanãs



                                                                               

 “Chegará o dia em que todos terão que pensar em preservação da fauna e flora”
 

-Alguns lendo esta frase encaram com uma coisa banal, certamente que pensarão diferente daqui à 30 anos ou mais,que chegará as conseqüências de anos de depredação sem limites,dai saberemos dar valor a uma arvore,um animal,um rio,uma lagoa,uma sanga,uma nascente. Sabemos que tudo o que falamos não é a solução definitiva e certa, é apenas o começo de uma conscientização que deverá partir de todos, e terá conseqüências não imediatas, mas futuras. 
Algum dia têm que começar. Nós já começamos!
   

Educação Ambiental na Escola!